Viajando...

Vai viajar?

Encontre aqui dicas para a sua viagem...

Metrô – a melhor maneira de se locomover por Santiago

Com uma extensão de pouco mais de 100 km, o metrô de Santiago possui cinco linhas que se cruzam e param em 108 estações, sendo a melhor forma de se chegar nas principais atrações da capital chilena. As estações e conexões são bem sinalizadas, e os seguranças estão sempre dispostos a ajudar os turistas mais perdidos.

O metrô de Santiago é um dos sistemas metroviários mais modernos e o segundo maior da América Latina, perdendo apenas para a Cidade do México. São cinco linhas atualmente em funcionamento (L1, L2, L4, L4A e L5) e outras duas (L3 e L6) em construção.

SantiagoUm aspecto muito interessante é que os vagões do metrô possuem pneus de borracha – semelhante ao RER francês, deixando-os com um design bem diferente dos que estamos acostumados no Brasil.

O trens circulam todos os dias das 6h às 23h, e o valor do bilhete simples varia de acordo com o horário de sua utilização.

Para os horários de pico (das 7h às 08h59 e das 18h às 19h59) = $720 pesos chilenos
Para os horários considerados normais (das 6h30 às 6h59, das 9h às 18h e das 20h às 20h44) = $660 pesos chilenos
Para os horários de baixa utilização (das 6h às 6h29 e das 20h45 às 23h) = $610 pesos chilenos

Estudantes e idosos pagam preços diferenciados.

Para quem vai utilizar muito o metrô, ao invés do bilhete simples, pode comprar a Tarjeta BIP, que é vendida em qualquer estação e custa $1.500 pesos chilenos. A primeira recarga deve ser de, no mínimo, $800 e as demais, em múltiplos de $500, a partir de $1.000 pesos chilenos ($1.000, $1.500, $2.000 etc).

Caso também esteja em seus planos andar de ônibus pela cidade, aí não tem jeito: só é possível pagar a passagem com a Tarjeta BIP.

Esses são os valores de abril/2015. Para verificar se houve alguma alteração, acesse: http://www.metrosantiago.cl/guia-viajero/tarifas

O sistema de metrô é interligado com o de ônibus. Saindo do metrô, em um período de até 2 horas, pode-se andar de ônibus sem pagar tarifa.

SantiagoEu utilizei o metrô para chegar a algumas das atrações visitadas, como: Parque Metropolitano e Cerro San Cristóbal (estação Baquedano – L1 e L5) e Mercado Central (estação Puente Cal y Canto – L2).

Mas ainda há estações muito próximas a outras atrações, como Plaza de Armas (estação Plaza de Armas – L5); Palácio de la Moneda (estação La Moneda – L1); Cerro Santa Lucía (estação Santa Lucía – L1); e Parque Florestal (estação Bellas Artes – L5).

Dependendo do horário escolhido, os vagões podem ficar um pouco apertados e quentes… mas ainda assim, vale muito a pena!

É possível planejar como chegar de metrô nos destinos desejados com o simulador de itinerários.

Infelizmente, o metrô ainda não chegou ao aeroporto internacional. Para tanto, deve-se utilizar os ônibus credenciados Turbus e CentroPuerto, ou os táxis especiais Taxi Oficial e Transvip – como fizemos.

Metro Santiago

DEIXE UM COMENTÁRIO