Viajando....

Vai viajar?

Encontre aqui dicas para a sua viagem...

Dicas para viajar de trem pelo Japão

Para quem pretende conhecer diversas cidades no Japão em uma mesma viagem, sem dúvida, a melhor forma de fazer isso é utilizando a maravilhosa malha ferroviária existente no país. Os famosos Shinkansen (trens-bala) são mesmo incríveis e cruzam o país de norte a sul em poucas horas. Depois de rodar por algumas cidades do Japão de trem, procurei reunir neste post algumas dicas que considero relevantes para ajudar na sua viagem.

jr-pass-2Japan Rail Pass:

Em primeiro lugar, ao fechar o seu roteiro pelo Japão, é importante verificar se a aquisição do Japan Rail Pass vale a pena. Caso você não pretenda se deslocar muito, é provável que o passe saia mais caro do que o total de passagens, ainda que viagens avulsas nos Shinkansen não sejam muito baratas. Por isso, para quem pretende passar por varias regiões no território japonês, o JR Pass é super indicado.

Nas minhas duas idas ao Japão, como viajei bastante pelo país, a aquisição prévia do JR Pass foi indispensável. Com o passe em mãos, eu pude fazer um número ilimitado de viagens de trem, dentro de um determinado período, por um valor mais acessível.

Veja o post que preparei com informações sobre o que é, como obter e como funciona o JR Pass.


Como reservar um assento no trem:

A maioria dos trens japoneses, incluindo os Shinkansen, possui vagões com assentos livres (“non-reserved car seats” ou “jiyu-seki”) e com assentos marcados (“reserved car seats” ou “shitei-seki”).

Para conseguir um lugar em um vagão com assentos livres, basta chegar na plataforma, mostrar o bilhete (ou o JR Pass) ao guarda na estação e escolher um lugar disponível no vagão.

No entanto, mesmo para aqueles que possuem o JR Pass, é recomendável escolher o vagão e o assento com antecedência. Apesar de tal reserva ser opcional, dependendo do trecho, do horário e da época do ano, pode ser mais difícil conseguir um bom lugar, principalmente para quem estiver viajando em grupo. Sem contar que essa escolha antecipada é sem custo adicional.

Para reservar um assento, basta ir a uma estação de trem e procurar pelo “JR Ticket Office”. Vale chegar cedo, pois a fila pode estar grande e acabar demorando mais do que o desejado.

jr-counter

Um atendente – que geralmente não fala muito bem inglês – irá ajudá-lo a escolher o vagão e o assento no dia, horário e trecho desejados. Para facilitar a busca, são disponibilizados grandes catálogos com todos os horários existentes para cada trecho de viagem.

Primeiramente, é importante escolher o seu vagão. Dependendo do trajeto e do tempo de duração da viagem, pode ser que o trem disponibilize vagões exclusivos para fumantes. Por isso é importante sempre escolher se deseja um “smoking car” ou um “non smoking car”. Como não suporto fumaça de cigarro, sempre procurei ficar atenta a esse detalhe.

ticketAlguns trens possuem os chamados “silent cars”, onde qualquer tipo de barulho é totalmente proibido (você pode ser advertido até mesmo por causa do som do seu fone de ouvido). Cheguei a viajar em um desses, e posso dizer que é mesmo diferente, mas ideal para quem quer aproveitar aquele tempo para dormir profundamente. No final, valeu a experiência.

Aliás, mesmo não estando em um “silent car”, é totalmente proibido falar no celular durante a viagem.

Escolhido o vagão, vamos ao assento. Para apreciar a paisagem, eu geralmente peço um assento na janela, virado para frente – no sentido do deslocamento – e, sempre que possível, que seja na primeira fileira do vagão, onde o espaço para as pernas costuma ser maior.

Veja ao lado um exemplo de ticket: para o trecho Takayama – Nagoya, no dia 11 de outubro de 2014, às 17:40h, Hida 92 é o nome do trem, Car 4 é o número do vagão e 13-A é o número do assento. Reparem que à direita do número do assento, um símbolo indica que é um “non smoking car”.


Como encontrar a plataforma do seu trem:

Ticket na mão, agora vamos à procura da plataforma. Na estação, painéis (em japonês e inglês) indicam a localização de todos os trens e plataformas. Mas, para facilitar a sua busca, recomendo pedir ajuda a algum agente ferroviário, que serão super gentis e terão prazer em te ajudar. Para mim, essa sempre foi a melhor solução.

Uma vez na plataforma correta, painéis em japonês e inglês informam a localização exata do trem e em quanto tempo ele chegará na estação. A sinalização referente ao número do vagão pode estar no chão, em placas ou em painéis pendurados no teto, próximos ao trilho.

trem-4

Uma vez acomodado, deixe à mão o seu ticket para apresentá-lo ao cabineiro quando solicitado.

Trem Japão


l1130629Onde colocar as malas:

Em geral, os espaços no Japão costumam ser bem compactos, incluindo os quartos de hotéis e os vagões de trem. Por esse motivo, recomendo fortemente viajar pelo país com o mínimo de bagagem possível (até porque, viajando de trem, você é o único responsável por carregar e acomodar toda a sua bagagem!).

O local exato para colocar as malas nos trens varia bastante. Já viajei em vagões onde tive que colocar as malas sobre as nossas cabeças; em outros, era possível deixá-las encaixadas atrás da última fileira de poltronas de cada vagão. Mas, na sua grande maioria, há espaços destinados para isso entre um vagão e outro.

Geralmente esses espaços lotam com certa rapidez. Por isso, assim que o trem parar na estação, e todos saírem dos vagões, recomendo entrar o quanto antes para garantir um lugar para as suas malas.

Dica importante: leve algo para amarrar as malas nas alças por ali disponíveis. Nessa viagem, por acaso havia levado umas fitas que acabaram servido perfeitamente para essa função!


Onde comprar um lanche:

Para economizar tempo, em dia de viagem de trem eu normalmente deixo para fazer as refeições durante o deslocamento.

Dependendo do trecho e do tempo de viagem, alguns trens possuem um vagão com bar/lanchonete. Independentemente disso, são oferecidos serviços de bordo, onde uma moça passa de vagão em vagão com um carrinho vendendo bebidas, sanduíches, salgadinhos e doces. Mesmo no “silent car” existe esse serviço, com a diferença de que a mocinha não emite qualquer som. Bem curioso.

Procure reparar quando o serviço de bordo entra e sai do seu vagão: nesses dois momentos a moça se reclina para pedir licença e depois em sinal de agradecimento, ainda que estejam todos dormindo. Típico japonês.

trem-1

Comparado com o valor desses itens nas lojas, os preços dentro do trem são mais caros. Assim, se quiser economizar alguns trocados, recomendo comprar o seu lanche antes de entrar no trem. Nas próprias plataformas existem quiosques de conveniência bem completos que vendem de tudo um pouco, onde sempre compramos sanduíches e sucos. Fica a dica.

trem-3


Como são os banheiros:

Os banheiros ficam localizados entre os vagões. Na maioria dos trens, além dos banheiros na versão oriental (buraco no chão), há também banheiros na versão ocidental (com privada), tudo muito limpo e confortável.

No trem que pegamos de Nagoya para Tokyo, o banheiro era realmente especial. Veja nas fotos como era o estilo desse banheiro. Maravilhoso! Mas, infelizmente, nem todos são assim…

trem-wc

Sem dúvida alguma, viajar de trem no Japão é uma diversão à parte. Boa viagem!

.

Para salvar no Pinterest.